terça-feira, 29 de julho de 2008

ACASOS DOS ACASOS


Texto adaptado da revista norte-americana Discover.

O Jogo Dos Quatro Erros


O desenho do lápis acima, do livro The Pencil (Knopf, 1990), foi feito de propósito com quatro erros. Veja se você consegue descobrir quais são. Imagine que este é um típico lápis número 2 visto de lado.

Superação

Um lindo poema que encontrei, cuja autoria é de uma portadora de Spina Bífida e que cursa o 9º ano de escolaridade, mais detalhes ver: http://www.ifglobal.org).

SER ou NÃO SER
(Eis o Poema)

Tenho saudades de ser o que não fui!
Preferia ser o que não sou!
Anseio ser o que nunca serei!
A minha vida gira à volta do mundo...
O mundo gira à volta do mundo!
Sinto raios de nostalgia...
Vejo constelaçoes de melancolia...
Sou vida na morte!
Sou morte na vida!
Sou o mito da tristeza...
Sou aquele café amargo
Que ninguém quer beber...
Sou aquele açucar que faz mal!
Sou o sol que não alumia
Sou o oceano em chamas
Sou o fogo que não queima
O tempo que não passa
A água que não molha
Sou a paz que cheira a guerra
O ar que ninguém respira
Sou o olhar que não chora
O coração que não sente
Sou a borboleta que não voa
A rosa que só tem espinhos
Sou a vida que mata!
O pássaro que não canta
Sou a morte que vive!
Quem sou eu afinal?
Sou o que ontem não fui...
Sou o que hoje não sou...
Sou o que nunca serei...
Liliana Sintra

Obs.: A Spina Bífida é uma má formação da coluna vertebral resultante de um defeito na formação das vértebras, ocasionando uma fenda que causa danos ao sistema nervoso central, estudante do 9º ano de escolaridade
in Revista Educação nº 10

quinta-feira, 24 de julho de 2008

AS 13 COISAS QUE VOCÊ NÃO PODERIA VIVER SEM SABER:

Emprestei de “Denise Colpani” na comunidade ๑ Você sabia? O.o’. Cultura inútil, nem tanto!!!!

1. Ratos não vomitam.
2. Os ursos polares são canhotos.
3. Você pisca aproximadamente 25 mil vezes por dia.
4. Os russos atendem ao telefone dizendo “Estou ouvindo“.
5. Ninguém consegue lamber seu próprio cotovelo.
6. O Oceano Atlântico é mais salgado que o Pacífico.
7. O elefante é o único animal com quatro joelhos.
8. A cada ano, 98% dos átomos do seu corpo são substituídos.
9. Rir durante o dia faz com que você durma melhor à noite.
10. 15% das mulheres americanas mandam flores para si mesmas no dia dos namorados.
11. Seu cabelo cresce mais rápido a noite, e você perde em media 100 fios por dia.
13. A barata consegue sobreviver por nove dias sem a cabeça antes de morrer de fome.
13. 75% das pessoas que leram essas 13 coisas tentaram lamber o próprio cotovelo!





Você tentou? Hahahahahahahaha......................................................................................

DISCALCULIA

Dificuldade com números é mais comum que dislexia, diz estudo
da Efe, em Londres

A discalculia, dificuldade para aprender termos matemáticos, é mais comum que a sua versão com letras, a dislexia, revela um estudo realizado em Cuba e divulgado em um congresso científico no Reino Unido.
O estudo, dirigido por Brian Butterworth, do Instituto de Neurociência Cognitiva do University College London, junto com o Centro Cubano de Neurociência, descobriu que, de 1.500 crianças examinadas, entre 3% e 6% mostravam sinais de discalculia, enquanto a dislexia foi verificada em 2,5% a 4,3% das crianças.
Da mesma forma que a dislexia, a discalculia, que consiste na dificuldade de aprendizagem de operações matemáticas ou aritméticas, pode ser causada por um déficit de percepção visual ou problemas quanto à orientação seqüencial.
Considera-se que a dislexia é mais freqüente em países que, como os anglo-saxões, têm um idioma com uma ortografia difícil.
Ao apresentar seu trabalho no Festival de Ciência de Cheltenham, Butterworth fez um pedido às autoridades e educadores britânicos para que estejam atentos aos sintomas da discalculia de forma que possam oferecer ajuda para aqueles que a possuem.
"Muitas pessoas talvez ignorem que sofram dessa condição. Caso descubram essa dificuldade, não existem organizações que possam lhes ajudar como existem para a dislexia", lamentou o professor. A dificuldade com os números tem um impacto "nas oportunidades de trabalho e na saúde", e os estudantes que sofrem dela "são infelizes", enquanto seus professores se sentem impotentes ao não poderem ajudar, prosseguiu o especialista.
Folha online

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Teste ao daltonismo

Daltonismo
O daltonismo (também chamado de discromatopsia ou discromopsia) é uma perturbação da percepção visual caracterizada pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores, manifestando-se muitas vezes pela dificuldade em distinguir o verde do vermelho. Esta perturbação tem normalmente origem genética, mas pode também resultar de lesão nos órgãos responsáveis pela visão, ou de lesão de origem neurológica.
O distúrbio, que era desconhecido até ao século XVIII, recebeu esse nome em homenagem ao químico John Dalton, que foi o primeiro cientista a estudar a anomalia de que ele mesmo era portador. Uma vez que esse problema está geneticamente ligado ao cromossoma X, ocorre mais frequentemente entre os homens (no caso das mulheres, será necessário que os dois cromossomas X contenham o gene anómalo).
Os portadores do gene anómalo apresentam dificuldade na percepção de determinadas cores primárias, como o verde e o vermelho, o que se repercute na percepção das restantes cores do espectro. Esta perturbação é causada por ausência ou menor número de alguns tipos de cones ou por uma perda de função parcial ou total destes, normalmente associada à diminuição de pigmento nos fotoreceptores que deixam de ser capazes de processar diferenciadamente a informação luminosa de cor.
Os daltónicos são incapazes de discernir as sete cores de um arco-íris.

Veja um método utilizado para diagnosticar o daltonismo.

Teste de Ishihara

1. O número 8 somente é visível para as pessoas de visão normal
2. Que números você consegue ver nas seguintes lâminas?
3. Nesta lâmina, um individuo normal verá o número 5, enquanto que um daltónico (com cegueira para o vermelho ou o para o verde) verá um 2.

Curiosidades
a) O daltonismo pode representar uma vantagem evolutiva sobre as pessoas portadoras de visão normal, tal como foi descrito num artigo publicado pela BBC Online.
b) Uma pesquisa feita por cientistas da Universidade de Cambridge demonstrou que algumas formas de daltonismo podem, na verdade, proporcionar uma visão mais aprimorada de algumas cores:
c) Durante a 2ª Guerra Mundial descobriu-se que os soldados daltónicos tinham mais facilidade em detectar camuflagens ocultas na mata.
d) Os daltónicos possuem uma visão noturna superior à de uma pessoa com visão normal.
e) Eles também são capazes de identificar mais matizes de violeta do que as pessoas com visão normal.
f) A maioria dos daltónicos não sabe que possui esta anomalia.
g) A percepção das cores varia muito de uma pessoa com daltonismo para outra.
h) O pintor Vincent van Gogh sofria de daltonismo.
i) A incidência de daltonismo é maior entre os descendentes de Europeus.
j) Os daltónicos vêem, em média, entre 500 a 800 cores.
l) Normalmente as cores predilectas de quem tem esta alteração genética são o azul ou roxo, por serem cores vivas.
m) Para os daltónicos o arco-íris não possui 7 cores.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

ABIN - AGENCÊNCIA BRASILEIRA DE INTELIGÊNCIA

Veja alguns testes da ABIN - Essa é do Governo Federal

Teste seu cérebro 1
Essa você já sabe!!!!

Você é capaz de decifrar o texto abaixo?

De aorcdo com uma pqsieusa
de uma uinrvesriddae ignlsea,
não ipomtra em qaul odrem
as lrteas de uma plravaa etãso,
a úncia csioa iprotmatne é que
a piremria e útmlia lrteas etejasm no lgaur crteo.
O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol,
que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea.
Itso é poqrue nós não lmeos cdaa lrtea isladoa,
mas a plravaa cmoo um tdoo.

Teste seu cérebro 2

Sua mente é capaz de decodificar a mensagem?

M473M471C0 (53N54C1ON4L):
4S V3235 3U 4C0RD0
M310 M473M471C0.
D31X0 70D4 4 4857R4Ç40 N47UR4L D3 L4D0
3 M3 P0NH0 4 P3N54R 3M NUM3R05,
C0M0 53 F0553 UM4 P35504 R4C10N4L.
540 5373 D1550, N0V3 D4QU1L0...
QU1N23 PR45 0NZ3...
7R323N705 6R4M45 D3 PR35UNT0...
M45 L060 C410 N4 R34L
3 C0M3Ç0 4 F423R V3R505
H1NDU-4R481C05.

Teste seu cérebro 3

IMPORTANTÍSSIMO! NÃO use lápis e papel. Faça o cálculo de cabeça:

Pegue 1000.Adicione 40.Mais 1000.Mais 30.Mais um vez 1000.Mais 20.Mais 1000.E mais 10


Teste seu cérebro 4

Responda rápido (não vale pensar muito)!

1 - Você participa de uma competição. Você ultrapassa o segundo colocado. Em que posição você está agora?

2 - Na mesma competição, se você ultrapassar o último, qual será a sua posição na chegada?

3 - O Pai de Mônica tem cinco filhas: Lelé, Lalá, Lulu, Loló e ???? Qual o nome da quinta filha?

4 - Quantos meses têm 28 dias?

5 - Quantas espécies de cada animal Moisés levou na sua arca?

6 - Qual é a cor do cavalo branco de Napoleão?

É certo que algumas são bem antigas, mas vale a brincadeira de recordar!!!

Teste - pense rápido

Pense rápido!
O resultado é bem divertido e muito revelador sobre a maneira como o cérebro faz associações.
Siga as instruções e responda às perguntas mentalmente, uma de cada vez e tão rápido quanto possível. Quando tiver respondido a cada pergunta, desça mais na tela até a instrução seguinte.
Quanto é:
15+6
3+56
89+2
12+53
75+26
25+52
63+32
Sim, os cálculos mentais são difíceis, mas agora vem o verdadeiro teste.
123+5
RÁPIDO! PENSE EM UMA FERRAMENTA E UMA COR!
E siga adiante...
Mais um pouco...

Um pouco mais...
Você pensou em um martelo vermelho? É bem provável que sim. Se não foi vermelho, provavelmente foi amarelo - e se não foi um martelo, provavelmente foi uma chave-de-fenda. Pode parecer impressionante, mas não há nada de mágica ou telepatia eletrônica nisso. Apenas acontece que, de todas as ferramentas, martelos são os mais usados e conhecidos. E, por razões de segurança, é comum os cabos de ferramentas serem vermelhos, bem visíveis, mesmo que martelos de cabo vermelho não sejam exatamente comuns.
Quando o cérebro se vê defrontado com o pedido de evocar uma ferramenta, ele resgata as representações mais fortemente associadas à idéia de "ferramenta". Reforçadas pela experiência, as conexões entre os neurônios que fazem as representações mentais de "ferramenta", "martelo" e "vermelho" devem ser muito mais fortes do que, por exemplo, "ferramenta", "torquês" e "rosa". Portanto, não é um instrumento de ferro rosa que lhe vem à mente, e sim, provavelmente, o tal martelo vermelho.
E não, você não é anormal se tiver pensado em qualquer outra cor ou ferramenta. É apenas um pouco diferente...

Lembrar ou não lembrar, eis a questão

Um exercícios muito interessante. Esperimente fazer!
ue faz com que a gente lembre de certas coisas, mas não de outras? Ou, mudando um pouquinho a pergunta, por que é mais fácil lembrar de certas coisas do que de outras? Um experimento rápido pode ajudá-lo a encontrar uma resposta sozinho. Você vai precisar apenas de papel e lápis.Pegou? Então vamos lá. Você vai encontrar três listas de 20 palavras. Leia a primeira, depois feche os olhos e conte até 10, então anote todas as palavras que você lembrar.
Lista #1
cabelo
carro
chinelo
chave
grampeador
estante
bicicleta
ônibus
pente
cotonete

carta
lâmpada
caderno
vestido
casa
telefone
cachorro
computador
milho
Feche os olhos, conte até 10 e anote todas as palavras que você lembrar.
Pronto? Vamos agora à segunda lista:
Lista #2
alegria
esperança
tédio
esforço
destino
liberdade
glória
raiva
idéia
interesse
honra
crença
sorte
conceito
verdade
teoria
moral
ânimo
piedade
sabedoria
Você já sabe o que fazer: feche os olhos, conte até 10 e então anote todas as palavras que conseguir lembrar.
Agora, à última lista:
Lista #3
rorca
rochorca
obecla
vache
noliche
tenetoco
sonube
atibicecil
prodatumoc
tenates
traca
ep
drecona
tidesvo
padalam
holim
rorampegoda
tenep
felonete
acas
Você já sabe o que fazer... quando terminar de anotar as palavras que lembrar desta lista (aposto que serão bem poucas!), compare suas respostas às 3 listas e leia adiante.
De quantas palavras de cada lista você se lembrou? Provavelmente umas sete, talvez até nove, da primeira lista, um pouco menos da segunda, e no máximo duas da terceira lista. Sete, mais ou menos duas "coisas", é o limite médio da memória de trabalho, aquela que usamos para manter ativas as representações mentais do que não está mais ao alcance dos sentidos. Nela guardamos cerca de sete palavras, sete cores, idéias, números, formas etc.
Por que você lembrou de mais palavras da primeira lista? Provavelmente, porque ela continha apenas palavras concretas, que simbolizam objetos que fazem parte de nosso dia-a-dia. Já da terceira, que trazia os mesmos grupos de letras, apenas com as letras embaralhadas (você notou?), é bem mais difícil lembrar das palavras: como elas não fazem sentido, é preciso lembrar de cada letra indivualmente - e nisso a capacidade da memória de trabalho fica rapidamente lotada. Resultado: dificilmente você lembra de mais do que uma "palavra". Por isso é mais fácil lembrar daquilo que faz sentido, pois você se lembra da palavra inteira, e não "gasta memória" com cada letra individual. E a segunda lista? São palavras que você também conhece, mas são abstratas, ou seja, simbolizam conceitos que não podem ser visualizados mentalmente como os objetos da primeira lista. Sem imagens mentais a associar a cada palavra, é mais difícil evocá-las depois.
De quais palavras é mais fácil lembrar? Você provavelmente lembrou das palavras "cabelo" e "milho" na primeira lista, "alegria" e "sabedoria" na segunda, e tem uma chance razoável de ter lembrado de "acas" da terceira. Cabelo e alegria são as primeiras palavras nas listas, e milho, sabedoria e acas as últimas em cada uma. Esses efeitos de ordem parecem estar relacionados à ativação do hipocampo em resposta a cada palavra. A primeira de uma seqüência não tem problemas para ser registrada, mas as seguintes precisam cada vez mais "brigar por espaço" no hipocampo, e cada palavra que surge "desloca" as outras, roubando para si a atividade dos neurônios que representavam as anteriores. Resultado: costuma ser mais fácil lembrar da primeira e da última coisa que nos dizem...

Outras coisas que você também pode fazer:
- Experimente com seus amigos ou alunos. Compare quantas palavras eles lembram de cada lista.
- Compare homens e mulheres, adultos, crianças e idosos. Você vê diferença?
- Prepare uma lista com nomes de objetos que estão ao seu redor, e outra com objetos conhecidos, mas menos usados no dia-a-dia. Teste seus colegas. Qual das duas listas é mais fácil de lembrar? Por queê?
-Será que a ordem das listas faz diferença? Experimente trocar a ordem das listas com seus voluntários. Não deve fazer diferença.
Por Suzana Herculano-Houzel.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Mais uma do cérebro - Paz depois do sexo

Mais uma do site: www.cerebronosso.bio.br.
O sexo é, obviamente, uma atividade altamente estimulante - o que é bem diferente do período de tranqüilidade e bem-estar que costuma se seguir ao orgasmo. Um estudo publicado em outubro de 2007 na revista PNAS mostra que, ao menos em ratos, o efeito ansiolítico do sexo pode ser atribuído à liberação do hormônio ocitocina pelo hipotálamo e sua ação sobre o cérebro. Sob os efeitos da ocitocina, ratos que acabaram de ter relações sexuais ficam menos ansiosos e mais dispostos a correr riscos por várias horas. O estudo confirma que a ocitocina, hormônio conhecido tradicionalmente por suas funções no parto e na lactação, é um importante regulador das emoções e do comportamento social, tanto em machos quanto em fêmeas.(SHH)
Fonte: Waldherr M, Neumann ID (2007). Centrally released oxytocin mediates mating-induced anxiolysis in male rats. Proc Natl Acad Sci USA 104, 16681-16684.
Vai brigar? Pingue ocitocina antes

A ocitocina definitivamente deixou de ser apenas um hormônio associado à lactação e ao parto. Suas funções pró-sociais já incluem a formação de laços afetivos entre mães e filhos e entre namorados, a preferência sexual pelo parceiro, e até a confiança em investidores.
Agora, mais esta: segundo um estudo da Universidade de Zurique, um pouquinho de ocitocina pingada no nariz de casais prestes a começar uma discussão diminui a produção de cortisol, hormônio produzido em resposta ao estresse do bate-boca, e deixa os casais mais propensos a "abrir seu coração" durante o arranca-rabo. Não estava no estudo, mas uns abraços antes da discussão devem surtir um efeito parecido: abraços são a alternativa natural - e bem mais agradável - ao vidrinho de ocitocina vendido na farmácia da esquina.
Antes que você fique pensando em abraçar sua próxima vítima antes de discutir com ela, há no entanto um pequeno porém. De acordo com o estudo suíço, pingar ocitocina no nariz não faz ninguém mudar de opinião sobre a discussão. Infelizmente... ou não!
Fonte: XXXVI reunião anual da Society for Neuroscience, 2006, program no. 505.14

Qual é a potência do cérebro?

Gosto de acrescentar coisas interessantes sobre o cérebro, você já deve ter percebido. Veja mais um desses artigos e que, na realidade, trata de uma pesquisa séria sobre o assunto. O site http://www.cerebronosso.bio.br/ foi criado em 2000 por Suzana Herculano-Houzel, neurocientista formada pela Case Western Reserve University (EUA), Universidade Paris VI (França) e Instituto Max-Planck para a Pesquisa do Cérebro (Alemanha) e bióloga graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Suzana Herculano-Houzel é professora do Departamento de Anatomia da Universidade Federal do Rio de Janeiro desde 2002 e Pesquisadora do CNPq desde 2007. Ganhou do CNPq em 2004 a Menção Honrosa do Prêmio José Reis de Divulgação Científica.
O cérebro humano, coitado, vive sendo comparado a um computador. Se você ainda não se convenceu de que o quilo e meio de matéria em sua cabeça é muito mais capaz e interessante do que a máquina à sua frente, pense no seguinte: você acorda, escolhe o que vestir, come, trabalha, resolve os problemas do mundo, imagina outros tantos, curte quem você gosta e ainda descobre várias curiosidades sobre o funcionamento do cérebro trabalhando a uma potência de apenas... 22 Watts, bem menos do que a lâmpada que ilumina sua sala.
O consumo de energia pode ser calculado para qualquer tipo de energia, elétrica ou química, como as calorias dos alimentos que o cérebro consome. Das mais ou menos duas mil quilocalorias que precisamos ingerir diariamente para manter o corpo funcionando, 450 kCal são consumidos pelo cérebro sozinho (já dá para ver que dietas de menos de 500 kCal por dia são perigosas).
Calorias e quilocalorias, ou mil calorias, são medidas de energia. O consumo de energia do cérebro por segundo se chama "potência", que pode ser medida nos Watts que medem a potência de lâmpadas e fornos de microondas. Olhe só:
450 kCal por dia = 450.000 calorias/24 h =
= 450.000 calorias/ 24 h * 60 minutos * 60 segundos =
= 450.000 calorias / 86.400 segundos = 5,21 calorias/segundo
Acontece que 0,24 calorias/segundo correspondem a 1 Watt de potência.
1 Watt ----- 0,24 cal/s
x Watt ----- 5,21 cal/s -> x = 5,21/0,24 = 22 Watts
Ou seja: o cérebro tem 22 Watts de potência. Tanto quanto uma lâmpada incandescente fraquinha, que só ilumina e esquenta!

Para calcular o consumo de energia no final do mês como a Light faz, é só multiplicar a potência do aparelho pelo número de horas utilizadas. Como o cérebro funciona 24 horas por dia sem interrupção, a conta é simples:
22 Watts * 24 horas * 30 dias = 15.840 Watts.hora, ou 16 kWh (quilowatts.hora).
Para quem quer uma conta mais rápida, é só considerar que 1 kWh equivale a 860 kCal. Como em trinta dias o cérebro consome 13.500 kCal, esse total dividido por 860 dá os quase 16 kWh da conta anterior.
Ao preço de R$ 0,50 por kWh, manter seu cérebro funcionando com eletricidade adquirida do governo custaria módicos R$ 8,00 ao mês. Agora me diga: qual computador consegue funcionar sem interrupção por oito reais ao mês - e ainda ter caprichos, desejos e paixões? Hmmm? (SHH)
Copyright © 2007, Suzana Herculano-Houzel. All rights reserved.
Muito interessante mesmo!!!!

quinta-feira, 3 de julho de 2008

MULHER=SOLUÇÃO

Em resposta a um e-mail que recebi de minha irmã Francisca sobre a postagem: MULHER=PROBLEMA, quero dizer que existem PROBLEMAS, para um matemático, deliciosos de serem resolvidos, são esses problemas, em forma de equação, que me refiro. Portanto, mudando um pouco o título, escrevo agora: MULHER=SOLUÇÃO DE MEUS PROBLEMAS. Beijos minha linda!!!!!!!

RAPIDINHAS

A taxa de natalidade é o dobro da de mortalidade, portanto uma em cada duas pessoas é imortal!(fonte: http://www.cienciahoy.org/)

33% do acidentes de trânsito envolvem pessoas embriagadas. Portanto 67% estão completamente sóbrias, a conclusão é que devemos dirigir totalmente bêbados.(fonte: http://www.cienciahoy.org/)

"A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística." Joseph Stalin (1879-1953) (fonte: http://diaboa4.openline.com.br/)

Torture os dados por um tempo suficiente, e eles contam tudo!
(fonte: mcrsoft@aimnet.com (Barry Fetter))

Está provado que fazer aniversário é saudável. Estatísticas mostram que pessoas que fazem mais aniversários vivem mais.-- S. den Hartog, Ph D. Thesis Universtity of Groningen

"Há três espécies de mentiras: mentiras, mentiras deslavadas e estatísticas."

Se um pedaço de queijo suíço tem muitos buracos, logo quanto mais queijo, mais buracos.Se cada buraco ocupa o lugar do queijo, logo quanto mais buracos, menos queijo.Se quanto mais queijo, mais buracos e quanto mais buracos, menos queijo, logo, quanto mais queijo, menos queijo!(fonte: http://www.beggars.hpg.com.br/piadas.htm)

Ih! De matemática eu não sei nada; eu sou um zero à..., um zero à...(fonte: http://www.hottopos.com/regeq2/secao_humor.htm)

Antigamente eu não sabia nada de matemática, mas depois mudei radicalmente: trezentos e sessenta graus! (fonte: http://www.hottopos.com/regeq2/secao_humor.htm)

P: Porque o livro de matemática cometeu suicídio?
R: Porque tinha muitos problemas.(fonte: http://www.uv.es/~jaguilar/hmate1.html)

A vida eh complexa. Composta de partes imaginárias e reais.
(fonte: Tpotter@voyager.cris.com (Tom_Potter) )

Matemáticos são pessoas capazes de dizer que, quando há supostamente 3 pessoas em uma sala e dela sairem 5, duas devem entrar para a sala estar vazia.

Professor de matemática: Vamos supor então que o número de ovelhas é X.Estudante: O que acontece se o número de ovelhas não for X ?(fonte: dmcq@dsbc.icl.co.uk (Dave McQuillan))

Problemas com a matemática?
Ligue 0-800-[(10x)(13i)^2]-[sin(xy)/2.362x]
(fonte: centaur@nai.net (Dave Wright))

"Quanto é um mais um mais um mais um mais um mais um mais um mais um mais um?" Perguntou a rainha."Eu não sei" disse Alice "Eu perdi a conta!""Ela não consegue fazer adições!" disse a rainha. -Lewis Carol "Through the lookingglass"

P: Quanto é 8 dividido em duas partes?
R: Na vertical é 3 e na horizontal é 0.
(fonte: maelmill@EUnet.at (Elisabeth))

Preciso arranjar 1/2 de levar-te a 1/4 e fazer de teu pai 1/9...
(fonte: jlemos@brasilnet.net (Jorge Luis Lemos))

AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA

Essa vai para o Profº. Paulo Paulada - ISAM/ 2008

Avaliação - Preciosidades

A . EXERCÍCIO:

6 + 7 = 18

B . ANÁLISE :

A grafia do número seis está absolutamente correta;

O mesmo se pode concluir quanto ao número sete;

O sinal operacional + indica-nos , corretamente, que se trata de uma adição;

Quanto ao resultado, verifica-se que o primeiro algarismo (1) está corretamente escrito - corresponde ao primeiro algarismo da soma pedida.

O segundo algarismo pode muito bem ser entendido como um três escrito simetricamente - repare-se na simetria , considerando-se um eixo vertical! Assim, o aluno enriqueceu o exercício recorrendo a outros conhecimentos ... a sua intenção era, portanto, boa.

C . AVALIAÇÃO :

Do conjunto de considerações tecidas nesta análise, podemos concluir que:

A atitude do aluno foi positiva: ele tentou!

Os procedimentos estão corretamente encadeados : os elementos estão dispostos pela ordem precisa.

Nos conceitos, só se enganou (?) num dos seis elementos que formam o exercício, o que é perfeitamente negligenciável.

Na verdade, o aluno acrescentou uma mais-valia ao exercício ao trazer para a proposta de resolução outros conceitos estudados - as simetrias...- realçando as conexões matemáticas que sempre coexistem em qualquer exercício...

Em consequência, podemos atribuir-lhe um ...

..."EXCELENTE"...

...e afirmar que o aluno...

..." PROGRIDE ADEQUADAMENTE"!!!


Fonte: http://www.reniza.com/matematica/humor/avaliacao.htm

Unidades práticas de medidas

Após vários sistemas de unidades (internacional MKS, CGS, etc), que não"pegaram" porque não refletiam o universo prático dos engenheiros, estamos oficializando um novo sistema, que já se encontra em uso corrente no mundo, pelo sentido implícito que possui.

Confira...

POTÊNCIAS DE DEZ

prá caralho = infinito
prá cacete = 100.000
uma porrada = 10.000
uns mil = 1.000
um monte = 100
um pouco = 10
miséria = 1um cisco = 0,1
porra nenhuma = 0,001
nem que a vaca tussa = 0,000001
nem fodendo = zero absoluto

PORCENTAGEM

tudo = 95%
quase tudo = 90%
todos = 85%
quase todos = 80%
meio = 60%
metade = 40%
ninguém = 15%
nada = 10%
quase nada = 5%
nadica de nada = 2%
1 titiquinha = 1%
1 pelinho = 0,1%
1 pentelhésimo = 0,001%

COMPRIMENTO

um palmo = 30cm (na compra)
um palmo = 20cm (na venda)
um quilômetro = 600m (ida)
um quilômetro = 1400m (volta)
um pinto = 30cm (dono)
um pinto = 6,31cm (outro)

GRAU DE PRECISÃO

nas coxas = erro de aprox. 30%
mais ou menos = erro de aprox. 20%
exatamente = erro de aprox. 5%
perfeitamente = erro de aprox. 4%
na bucha = erro de aprox. 3%
na lata = erro de aprox. 2%
na mosca = erro de aprox. 1%
no olhinho do __ = erro de 0,001%

MASSA

um pedação = 400 g
um pedaço = 200 g
um pedacinho = 199,5 g

VOLUME

um gole de cerveja = 600 ml
um gole de chopp = 300 ml
um gole de caipirinha = 250 ml
um gole de pinga = 100 ml
um gole de café = 50 ml
um gole de água = 25 ml
um gole de leite = 2,6 ml
um gole de remédio = 2,5 ml
um balde = 7500 ml
um mijão = 500 ml
um mijinho = 30 ml
um pinguinho = 2 ml
um cuspe = 1,5 ml
uma gota = 0,1 ml
um cheirinho = 0,001 ml

VELOCIDADE

a milhão por hora = 170 km/ha
mil por hora = 160 km/ha
cem por hora = 120 km/ha
dez por hora = 60 km/h

TEMPO

uma semana = 14 dias
duazoras = 5 h
um minuto = 30 min/1 segundo=?
um momento = 20 min
um instante = infinito- - - -

Agora você têm em mãos as medidas mais precisas do universo paralelo.
Mais uma de: http://www.humornaciencia.com.br/matematica/unidades-praticas-de-medida.htm. Faça-lhes uma visita.

DICIONÁRIO DE TERMOS USADOS EM MATEMÁTICA

Dicionário de termos usados em matemática avançada
Veja aqui o que os professores realmente querem dizer.

O que eles dizem //O que queriam dizer

- claramente
- eu não quero escrever os passos intermediários.
- trivial
- se eu tenho que lhe mostrar como fazer isto, você está na classe errada.
- obviamente
- eu espero que você não estivesse dormindo quando nós discutimos isto anteriormente, porque eu recuso repetir isto.
- recordando
- eu não devia estar falando isso, mas como eu sei que vocês apagam suas memórias depois de cada teste...
- generalizando
- eu não estou com vontade de mostrar todos os casos, e portanto eu farei um e lhe deixarei entender o resto.
- como facilmente pode ser mostrado
- até mesmo você, deveria poder provar isto sem eu ter que segurar sua mão.
- avalie você mesmo
- esta é a parte chata da demonstração, por isso faça você mesmo.
- esboço da prova
- eu não posso verificar todos os detalhes, assim eu farei isto nas partes que eu não puder provar.
- pista
- este é o modo mais difícil de se chegar ao resultado.
- método simples
- este método requer duas páginas a menos de trabalho, mas ao mesmo tempo vocês precisam de mais três anos de curso para entender isso.
- método elegante
- não requer conhecimento anterior e ocupa dez linhas de considerações prévias.
- similarmente
- pelo menos uma linha desta explicação é igual a anterior.
- provamos isto com duas linhas
- eu omitirei tudo, menos a conclusão. Ou seja, se você não entende o que eu estou falando, você não terá como perguntar alguma coisa! >:-)
- brevemente
- eu já estou se tempo, portanto vou falar e escrever mais rápido.
- vou apenas falar sobre isto
- não vou escrever no quadro negro, pois certamente cometerei algum erro.
- prova omitida
- confie em mim, é verdade.
- a prova disto está além dos nossos objetivos
- você não encontrará a prova real disto em nenhum lugar.
- procedimento formal
- manipule os símbolos sem ter a mínima idéia do que eles significam.

(fonte parcial: ncbauers@ ndsuvax. UUCP (Michael Bauers))

MOTIVAÇÃO

Motivação

Joãozinho estava indo muito mal de matemática.
Os pais já tentaram de tudo: aulas particulares, brinquedos educativos, centros especializados, terapia, nada adiantou.
Então ouvem dizer que há uma escola de freiras no bairro que é muito boa e resolvem fazer mais uma tentativa.
No primeiro dia, Joãozinho volta para casa com uma cara muito séria e vai directo para o quarto, sem nem mesmo cumprimentar a mãe. Ele senta-se na secretária e estuda, estuda sem parar.
A mãe chama-o para jantar. Ele janta a correr e volta imediatamente aos estudos. A mãe nem acredita.
Isso dura já algumas semanas. Um dia, Joãozinho volta para casa com o boletim, que entrega a mãe. Nota 10 em matemática!
A mãe não se contém e pergunta: - Filho, diz-me o que te fez mudar desta maneira? Foram as freiras? Joãozinho balança a cabeça negativamente. - O que foi, então? - insiste a mãe - Foram os livros, a disciplina, a estrutura de ensino, o uniforme, os colegas, O QUE FOI?
Joãozinho olha para a mãe e diz: - No primeiro dia de aulas, quando eu vi aquele cara pregado no sinal de mais, percebi que elas não estavam brincando!

Fonte: http://www.reniza.com/matematica/humor/motivacao.htm

MULHER = PROBLEMA

Encontrei no site: http://www.humornaciencia.com.br/matematica/mulher.htm
Mulher=problemas

Hipótese: mulher = problemas

1) Para se ter mulher, tem q. ter tempo e dinheiro:mulher = tempo x dinheiro.

2) Tempo é dinheiro:tempo = dinheiro

3) Substituindo-se 2 em 1.mulher = dinheiro x dinheiro = dinheiro^2

4) O dinheiro é a raiz de todos os problemas.dinheiro = (problemas)^0,5

5) Substituindo-se 4 em 3:mulher = [(problemas)^0,5)]^2

6) Simplificando 5:mulher = problemas.c.q.d.

Entenda ^como elevado a.

Muito bom!!!!!

VÍDEOS

JOGOS MATEMÁTICOS ATRAVÉS DOS TEMPOS

TESTE DE CONCENTRAÇÃO E INTELIGÊNCIA

EDUCAÇÃOETNICORACIAL

DISCOVERY

ILUSÃO DE ÓTICA

Loading...

EE ISABEL AMAZONAS

O Go no mundo

Loading...

xadrez

Loading...

GAMÃO

DIA DA SEMANA

QUAL O DIA DA SEMANA?